Ó adorável e Divina Vontade, eis-me aqui diante da imensidão de Tua Luz para que Tua eterna bondade abra-me as portas e faça-me nela entrar para formar toda a minha vida em Ti, Divina Vontade. Por isso, prostrado diante de Tua Luz, eu, a menor de todas as criaturas, venho, ó adorável Vontade, no pequeno grupo dos primeiros filhos do Teu Fiat Supremo.

Prostrado em meu nada, suplico e imploro que Tua Luz me inunde e possa eclipsar tudo o que não Te pertence, de modo que eu não faça nada mais do que olhar, compreender e viver em Ti, Vontade Divina. Ela será minha vida, o centro de minha inteligência, a razão do meu coração e de todo o meu ser. Que este meu coração não queira nem volte a ter vida no querer humano; eu o expulsarei dele, e formarei nele um novo paraíso de paz, de felicidade e de amor. Com ela serei sempre feliz, pois terei uma força única e uma santidade que tudo santifica e tudo leva a Deus.

Aqui, prostrado, invoco a ajuda da Santíssima Trindade, para que me admita viver no recinto sagrado da Divina Vontade, para que retorne em mim a ordem primordial da criação, ordem pela qual foi criada a criatura.

Mãe Celeste, Rainha Soberana do Fiat Divino, toma-me pela mão e mergulha-me na Luz do Querer Divino. Tu serás a minha guia, minha terna Mãe, e me ensinarás a viver e a manter-me na ordem e no recinto sagrado da Divina Vontade. Soberana Celeste, em teu Imaculado Coração entrego todo o meu ser. Tu me darás lições da Vontade Divina e eu estarei atento a escutar-Te. Estenderás teu manto sobre mim para que a serpente infernal não se atreva a entrar neste Éden Sagrado para seduzir-me e fazer-me cair no labirinto do querer humano.

Coração do Sumo Bem, Jesus, Tu me darás Tuas chamas para que me queimem, me consumam e me alimentem para formar em mim a vida do Supremo Querer.
São José, tu serás meu protetor, o guardião do meu coração e terás as chaves do meu querer em tuas mãos. Guardarás meu coração com zelo para não me devolvê-lo nunca mais, pois assim estarei seguro de não me afastar da Vontade de Deus.

Anjo da Guarda, olha-me, guarda-me, defenda-me e ajuda-me em tudo para que meu paraíso cresça florido e atraia todo este mundo à Vontade de Deus.
Corte Celeste, vem em meu socorro e eu viverei sempre na Divina Vontade. Amém.