“Minha filha, não querem entender: o viver em minha Vontade é reinar; o fazer a minha Vontade é estar às minhas ordens. O primeiro é possuir; o segundo é receber minhas ordens e cumpri-las. O viver em meu Querer é fazer sua a Minha Vontade, como coisa própria, é dispor d’Ela; o fazer a Mi- nha Vontade é considerá-la como Vontade de Deus, não como coisa própria, nem poder dispor d’Ela como se quer. O viver na Minha Vontade é viver com uma só vontade, a de Deus… O viver na Minha Vontade é viver como filho; o fazer a minha vontade é viver como servo. No primeiro, o que é do Pai é do filho. E, então, isso é um Dom que quero dar nestes tempos tão tristes: que não somente façam a Minha Vontade, mas que a possuam. Acaso, não sou Eu dono de dar o que quero, quando quero e a quem Eu quero?

(Jesus a Luísa Piccarreta –18 de setembro de 1924)